6_passos_pintar_porta_branco

Deixo-vos 6 passos para pintar as vossas portas de branco. Todos nós já quisemos pintar as nossas portas interiores, para fugir àquela cor de madeira escura que se usava (e ainda é um clássico) há uns anos atrás. Também está na moda pintar as portas com uma cor que ajude com toda a decoração. Contudo, por aqui, optamos pelo branco pela sua qualidade atemporal, pela amplitude e luminosidade que dá a qualquer espaço. Eu, pessoalmente, acho até que o branco dá um charme a qualquer ambiente. Conto-vos como fiz, para quem quiser pôr mãos à obra. 

1 Passo - Lavar com sabão

Comecei por lavar as portas com uma esponja/pano e sabão para desengordurar e tirar alguma sujidade que pudesse ter.

lavagem_portas_6_passos_pintar_portas

2 Passo - Lixar bem

O 2º passo consistiu em lixar bem as portas até que ficassem “suaves” ao toque. 

Lixei com  lixa de 80 na maioria da superfície da porta,mas com lixa de 40 as partes de madeira mais estragada ou dura. 

3 Passo - Passar pano de microfibras

No terceiro passo passei um pano de microfibras (para não deixar “pelugem” ), ligeiramente húmido, em toda a superficie das portas e aduelas, para retirar o pó da lixa. É preciso limpar bem, para que depois o primário não seja contaminado pelo pó da lixa e fique sujo, ficando a porta também manchada. 

4 Passo- Retirar as maçanetas/puxadores

Depois de termos passado o pano microfibras, aproveitamos e retiramos as maçanetas (ou puxadores).

Se tiverem onde pôr as portas, podem também retirar as dobradiças para pintar juntamente com os puxadores. 

Eu pintei com as dobradiças postas, logo, é um processo mais difícil e trabalhoso. Vai fazer falta uma boa pitada de paciência. 

5 Passo - Aplicar o primário

Temos então a nossa porta preparada para levar o primário. Aplicamos o primário e respeitamos o tempo de secagem do mesmo. O tempo de secagem do primário varia de marca para marca e, por isso, é recomendado que  leiamos na lata o tempo de secagem indicado pelo fabricante. 

Eu esperei 8h, portanto, basicamente apliquei o primário num dia e só pintei (com tinta) no dia seguinte.

6 Passo - Aplicar a tinta (esmalte)

E chegamos à parte crucial! A aplicação da tinta/esmalte! Escolhi rolo e trincha (pincel) próprios para madeira, à venda na Leroy Merlin, ou qualquer outra loja que venda materiais de pintura. 

A trincha (pincel) usei nas partes com detalhes (e “recocanhos”); o rolo usei nas partes de maior extensão e mais retas, inclusive na parte maior das aduelas.

Cuidados:

Não pintar com correntes de ar, nem com o tempo demasiado quente. Tanto numa situação como noutra, torna-se mais difícil sabermos onde e quantas vezes já passamos tinta num derminado local da porta.

Dificuldades:

A maior dificuldade, para mim, foi lixar, pois tive de o fazer manualmente. Quem tiver uma lixadora elétrica não terá esse problema, embora a lixadora elétrica não chegue a determinadas zonas das portas, se estas não forem totalmente retas. Ainda assim, confesso que há coisas que prefiro fazer manualmente, por considerar que ficam mais perfeitinhas. É quase como cozinhar…há quem prefira a bimby, eu prefiro o tacho!!!! 

Resultado- Antes e Depois

portas_antes_pintar
Antes
Depois

Como pintar portas de branco?